Trace Pack reforça estratégia com a chegada de Rodrigo Iafelice dos Santos

Startup brasileira que transforma dados de maquinários agrícolas e florestais em decisões estratégicas em tempo real, a Trace Pack se prepara para expandir pelos próximos anos. A chegada de Rodrigo Iafelice dos Santos, ex-Solinfitec, e atualmente Advisor de outras startups agtechs, reforça o plano de expansão da startup.

Conselheiro e investidor em empresas do agronegócio global com especial foco em agtechs e foodtechs, Iafelice entra para o time da empresa para fortalecer a estratégia de negócio. Segundo ele, a Trace Pack entende “os desafios do campo, tem visão e modelo de negócio alinhados com a presente e futuras demandas do mercado agro no Brasil”.

Startup londrinense

Criada em 2018 durante um hackathon Smart Agro promovido pela Sociedade Rural do Paraná (SRP) e Sebrae-PR, em Londrina-PR pelos engenheiros Renan Salvador, Gustavo Schneider e Gustavo Leme, a startup nasceu com o objetivo de monitorar defensivos agrícolas, entretanto, depois de modelagens de negócios, a startup captura, transmite e gera insights com dados florestais, de grãos, entre outros, em tempo real.

Rodrigo Iafelice dos Santos reforça a estratégia da Trace Pack

Renan Salvador, engenheiro eletricista e de telecomunicações e atualmente CEO da Trace Pack, destaca que a mudança foi necessária. Ele pontua que “a empresa percebeu que tinha outros mercados para explorar, como o setor florestal e de grãos e isso nos motivou a pensar fora da caixa”.

A startup foi uma das empresas aceleradas pela GO SRP Agritech e está sediada no SRP Valley, o primeiro parque tecnológico privado do agronegócio e polo de Inovação do Agro chancelado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). A startup também é residente no Pulse Hub em Piracicaba-SP, no Agrihub em Mato Grosso-MT e integrante da governança AgroValley em Londrina-PR.

Além disso, a Trace Pack foi reconhecida como uma das 10 startups mais inovadoras do setor de agritechs, segundo o ranking da 100 Open Startups, divulgado em outubro passado. Em nono lugar, a startup competiu com mais de 1500 empresas e atualmente atende clientes do mercado nacional e internacional na produção de eucalipto, pinus e mineração nas regiões do Paraná, São Paulo e Minas Gerais.

Para Alex Rocha, CEO da AR8 Holding e Partipações, a chegada de Iafelice é promissora e reforça a operação da Trace Pack. “Iafelice é um dos grandes nomes do agro mundial e traz a experiência bem sucedida de já ter estado à frente de uma startup de sucesso. Agrega valor, conhecimento, expertise em um momento crucial da Trace Pack, em que estão chegando parceiros de peso e renome nacional”, destaca o CEO. 

Dados em tempo real

A utilização de dados em tempo real para a tomada de decisão é o que distingue a tecnologia da Trace Pack de outras empresas que operam com telemetria. Ciente que a conectividade era um desafio a ser enfrentado, a empresa foi além e resolveu a situação. 

“Devido a deficiência em conectividade do agronegócio brasileiro, buscamos novas tecnologias IoT para derrubar a barreira da falta de conectividade. Nosso sistema pode ser utilizado em qualquer máquina, independente de modelo ou ano, sem depender de redes de celulares ou de torres instaladas na propriedade”, pontua Salvador.

Segundo Iafelice, o monitoramento em tempo real possibilita mais eficiência e produtividade, além de auxiliar na tomada de decisão. “Este sempre foi o único caminho: agricultura de decisão em tempo real. A Trace Pack já nasceu com este modelo e esta visão está totalmente alinhada com o presente e o futuro da agricultura e da produção de alimentos.”

A agenda ESG

Mais do que necessária, a sustentabilidade é um dos pilares do serviço que a Trace Pack entrega. Para Iafelice, “só a tecnologia pode viabilizar uma produção maior de alimento sem aumento de área e com total respeito a sustentabilidade e rastreabilidade de tudo o que se produz, uma crescente preocupação por parte dos consumidores em todo o mundo”, pontua o conselheiro.

Além disso, a agenda ESG (meio-ambiente, social e governança em tradução literal), outra demanda da sociedade e sobretudo, uma necessidade de mercado, vem sendo estruturada na startup que tem no horizonte a expansão internacional. Segundo Iafelice, a startup entrega e gera valor em sua operação e está em consonância com as reais necessidades das siglas ESG.

“A Trace Pack reduz drasticamente o consumo de combustível das máquinas agrícolas (redução, portanto, das emissões de CO2 e gases poluentes) bem como do uso de insumos, gerando uma produção menos custosa e mais eficiente. Ela entrega melhor qualidade de vida aos trabalhadores do campo pois propicia melhores condições de trabalho e um ambiente que faz estes trabalhadores se capacitarem cada vez mais e por último, temos um time de advisors que forma um Conselho Consultivo e apoia com frequência os fundadores e executivos na entrega do plano de negócios definido em conjunto para rápido crescimento de nossa empresa”, finaliza Iafelice, o mais novo integrante do time #tracepackers!

Redação e Conteúdo: César H.S Rezende

Arte: Luana Jardim

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

EnglishPortugueseSpanish