03 motivos para o uso de dados na operação florestal

A operação na floresta é uma atividade que envolve inúmeros fatores. Isso implica em trabalhar de forma otimizada, garantindo eficiência operacional e resultados. Para isso, o blog da Trace Pack conversou com Gilberto Capeloto do Instituto Brasileiro de Florestas para esclarecer sobre a importância dos dados na operação florestal.

Otimização de tempo

O uso de dados em tempo real é, além de estratégia, uma ação que pode otimizar o tempo da empresa. Dessa forma, ao diminuir a distância entre a chegada de uma informação e a decisão a ser tomada, o gestor pode despender energia em atividades que agreguem maior valor ao negócio.

Dados de maquinários em tempo real pode garantir eficiência operacional

Um exemplo é o Trace Machine, sistema embarcado da Trace Pack, que utiliza dados de maquinários na colheita florestal em tempo real. O sistema desenvolvido pela startup funciona em tratores, maquinários de manejo, pulverizadores, colheitadeiras e garante que a máquina se comunique de forma rápida, obtendo assim, eficiência operacional.

Para Gilberto Capeloto, responsável pelo departamento comercial do Instituto Brasileiro de Florestas (IBF), “saber o que está sendo cultivado, onde, quais os pontos favoráveis e desfavoráveis acerca de alguma cultura ou prática se torna útil para nortear alocações de investimento e saber como o mercado florestal está sendo conduzido”.

Redução de custos e combustíveis

A redução de custos e combustíveis é um dos principais resultados na tomada de decisão inteligente. Reduzir despesas com combustível em um momento em que ele está encarecido, possibilita ao gestor melhor retorno financeiro.

A utilização de dados em tempo real, como o sistema Trace Machine, citado anteriormente, possibilita uma produção menos custosa, já que utiliza tecnologia adequada, voltada para as reais necessidades do cotidiano florestal. Logo, com o uso de dados e informações importantes para o gestor, a tendência é a otimização de tempo gerando aumento da produtividade e garantia de eficiência.

Trace Machine usa dados para gerar insights em tempo real

Capeloto destaca que a informação oriunda do dado é estratégica. “Por meio de interpretação, é possível verificar o que tem dado certo, em quais lugares, de que forma […] um guia para as pessoas e empresas que trabalham no setor”, pontua.

Além disso, ações como a escolha do combustível, a calibragem dos pneus e a tecnologia empregada podem influenciar o desempenho da máquina e, dessa forma, afetar de maneira direta a economia que o gestor busca. 

Sustentabilidade na floresta

Fazer mais com menos é um lema que um sistema que faz uso de dados deve seguir, como é o caso do Trace Machine. Nesse sentido, na floresta, o ato de minimizar o impacto ambiental deve guiar as ações do operador. 

Para Capeloto, a informação deve servir como bússola pois  “os dados acerca das informações do setor florestal servem como guia para as empresas do segmento e também produtores rurais […] devem ser utilizados em publicações informativas, que objetivem popularizar esses dados, de modo que chegue aos mais interessados”, destaca.

Isso implica em utilizar informações para otimizar tempo e reduzir o consumo de combustível (redução, portanto, das emissões de CO2 e gases poluentes). Nesse sentido, com a utilização dos dados, mitiga-se o impacto ambiental ao se reduzir drasticamente o consumo de combustível das máquinas agrícolas (redução, portanto, das emissões de CO2 e gases poluentes) bem como do uso de insumos.

Conheça o TRACE MACHINE e fique por dentro das novidades e conteúdos da Trace Pack!

Assine nossa newsletter: https://tracepack.com.br/

Produção e Conteúdo: César H.S Rezende

Arte: Luana Jardim

About Cesar Rezende

Sou um TracePacker - Jornalista, mestre em Administração com ênfase em Política e Gestão Socioambiental pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) e cursando MBA em Gestão Tributária pela USP/Esalq.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

EnglishPortugueseSpanish